Orquestra de Harmónicas de Ponte de Sor


Confira os nossos espectáculos a partir de 1991


Em 1942, surgiu em Ponte de Sor um grupo de exímios tocadores de gaita de beiços denominado Os Mindagos.

O grupo, graças à sua invulgaridade, criou fama e uma natural auréola de curiosidade tendo sido considerado, durante longos anos, uma embaixada musical de muito apreço que encheu de orgulho a Terra que o vira nascer.

Percorreu o país de norte a sul e, tendo em conta a época do seu aparecimento, justo será realçar a gravação de um disco em 1946, o que atesta bem o valor e o merecimento do grupo.

Tal como outros valores culturais, entrou em agonia lenta, tendo apenas actuações esporádicas, mormente em festas de carácter beneficente, até ao seu total desaparecimento.

Assim, após alguns anos de inactividade, em 1977 reuniram-se as condições para o desejado reaparecimento d'Os Mindagos, agora constituído por antigos e novos elementos.

Desde essa data, o grupo cresceu e modernizou-se e, agora com 16 elementos, voltou a ser conhecido.

Por vontade expressa da maioria dos seus elementos, o nome Os Mindagos foi substituído por Orquestra de Harmónicas de Ponte de Sor.

Além das centenas de actuações pelo país e no estrangeiro, Suíça, Canadá, Espanha (7), Itália (4), Grécia, Ilha de Malta, Sérvia, Sicília, Croácia, Sardenha, Tânger (7Sois7Luas), destaca-se a deslocação efectuada à Casa do Alentejo em Toronto (Canadá) em Junho de 1997, onde a Orquestra participou na Metro Toronto Internacional Caravan juntamente com a Orquestra Ligeira da Câmara de Ponte de Sor, de modo a que a Casa do Alentejo  conseguiu um brilhante 1º Lugar entre 32 representações de vários países.

          Releva-se que, desde o seu início, é tradição comemorar o aniversário da Orquestra com um jantar no dia 30 de Novembro para depois, às 00H01 do 1º de Dezembro, percorrer as ruas da cidade tocando o Hino da Restauração. Não faltam então portas que se abrem para oferecer uma bebida ou qualquer coisa para comer, apesar do frio intenso daquelas noites. Neste percurso a Orquestra tem sempre como acompanhantes algumas das individualidades desta cidade.

Desde a sua fundação que esta Orquestra não cobra cachet pelas suas actuações, sendo a sua fonte de rendimentos os subsídios atribuídos pela Câmara Municipal de Ponte de Sor e pela União de Freguesias de Ponte de Sor, Tramaga e Vale de Açor.

Em Julho de 2013 foi-lhe concedida a Medalha de Mérito Municipal, Grau Ouro.

          Desde o seu início esta Orquestra já editou 1 Single, 1 LP, 2 Cassetes e 1 CD.

O seu repertório é principalmente constituído por música portuguesa, embora também execute alguns números de música estrangeira.

Neste momento a Orquestra debate-se com dificuldades em recrutar novos executantes por várias razões, nomeadamente o desinteresse por este instrumento de cariz popular. Só a boa vontade e a carolice prestada duma forma gratuita pelos seus executantes, torna possível que esta Orquestra se mantenha em actividade.

 


1 single em 1946 (esgotado)

1 LP em 1978 (esgotado)

1 Cassete em 1998 (esgotada)

1 CD - abril de 2003

1 Cassete - Abril de 2003 (esgotada)

Página anterior Página Principal Topo desta Página

Foto de "família"

Os nossos espectáculos a partir de 1991